Forças físicas ao curvar

Há mais coisas envolvidas ao projetar um pneu para além daquilo que poderia imaginar. Os engenheiros precisam de considerar a segurança, eficiência de combustível, desgaste e desempenho - enquanto completamente atentos a todas as forças que afetam a agilidade.

Em que consiste a força ao curvar?

Uma dinâmica importante nos pneus é a força ao curvar. Como o nome sugere, a força ao curvar é a força lateral que é gerada pelos seus pneus sempre que girar a direção em andamento. Esta força é equivalente à força centrífuga que, caso não fosse contrariada, empurraria o veículo para fora do percurso. A força ao curvar opõe-se à força centrífuga, dando aos pneus a capacidade de agarrar a estrada ao longo da curva.

Você notará que os pneus deformam-se ao curvar. Esta distorção dos blocos de relevo acontece quando o ângulo de direção gera a quantidade certa de força lateral dianteira e traseira. Uma força ao curvar à esquerda gerará um deslizamento do pneu à direita.

Porque haveria de me preocupar com isso?

Você precisa de pneus capazes de controlar as forças ditadas pela sua velocidade e estilo de condução. Por exemplo, se gosta de levar o seu carro aos limites, recomendaríamos pneus de gama superior devido à sua resistência ao desgaste e desempenho em curva com velocidades mais elevadas. Cada pneu é dotado de uma classificação de velocidade, que indicará a sua velocidade máxima projetada.

O que é que afeta a força ao curvar?

  • Velocidade: Quanto maior for a velocidade, maior será a força ao curvar. É por isso que é importante colocar pneus com a classificação de velocidade recomendada pelo fabricante do seu veículo. 
  • Peso: Quanto maior for o peso, maior será a força ao curvar. Certifique-se de que não sobrecarrega o seu veículo, e que tem pneus com a gama de carga ou índice de carga corretos. Veja o manual do seu veículo para mais informação.
  • Condições da estrada: A força ao curvar é afetada por condições climáticas adversas. Neve e gelo, em particular, podem fazer com que os pneus deslizem ao curvar - especialmente a velocidades superiores.
  • Largura, tamanho e pressão dos pneus: Estas características estão claramente relacionados com a área de contacto entre o relevo do pneu e a estrada. Quanto maior for a área de contacto, maior a força ao curvar que os pneus são capazes de oferecer.

Quais os pneus com melhor desempenho em termos de força ao curvar?

Pneus com uma conceção de baixo perfil e composto mais mole apresentam melhor desempenho em termos de força ao curvar. Eles são frequentemente descritos por condutores como sendo responsivos, fazendo com que sejam ideais para veículos de alto desempenho - como carros e carrinhas desportivos. O seu relevo agarra-se bem à estrada, particularmente ao curvar a alta velocidade.

Qual a forma mais segura de curvar?

Quanto mais rapidamente curvar, mais pressão coloca sobre os seus pneus. Se os forçar em demasia, poderá derrapar e perder o controlo. Para além de reduzir a velocidade, deve curvar tão suavemente quanto possível. Uma maneira de fazer isto é 'endireitar' a curva usando toda a largura da sua via para criar o arco mais largo possível. Porém, é importante que não cruze a linha central a menos que tal esteja previsto na lei, e que tenha uma visão plena daquilo que tem à sua frente.

À medida que se aproxima da curva, olhe pelo seu espelho retrovisor e modere a velocidade em segurança. Enquanto os seus pneus ainda estiverem direcionados para a frente, reduza para uma mudança de caixa inferior. Isto permite-lhe acelerar à medida que abandona a curva.

Entre suavemente na curva e coloque suavemente o seu pé no acelerador à medida que passa o ápice da curva. Evite travar na curva, se possível. Os seus pneus já estão a compensar várias forças durante a curva e uma travagem poderá afetar o equilíbrio, provocando uma derrapagem.

Uniroyal. Uma marca do grupo Continental

Utilizamos cookies para assegurar que lhe proporcionamos a melhor experiência no nosso site. Clique aqui para saber mais ou para alterar as suas definições de cookies.